Rio de Janeiro - Imagens da cidade transformadas em decoração...

Após um ano do blog, trago uma deliciosa matéria sobre decoração que mostra o Rio de janeiro como matéria-prima. 
Veja como cenários da cidade ganham destaque em projetos, seja por fotos, pinturas ou painéis.

(Matéria de Karine Tavares do "Morar Bem" - Jornal O Globo)



Ter o Rio como cenário não é privilégio apenas de quem tem uma das belas vistas da cidade na janela. Afinal, qualquer pessoa pode usar fotos, pinturas, esculturas ou até painéis que retratem as paisagens cariocas para decorar um ou mais ambientes de casa. Mas é sempre bom tomar alguns cuidados para não errar na mão.

Uma saída simples pode ser optar por um grande painel, que quase substitua a vista. Mas se o objetivo for usar várias imagens sem dar destaque específico a nenhuma delas, o ideal é optar por fotos com estilos parecidos, como fez a arquiteta Patricia Fiuza. Em um quarto de hóspedes, em que o branco predomina, ela usou duas fotos do pôr do sol na cabeceira e para que o conjunto ficasse harmônico, as molduras são brancas, como as paredes. Assim, a imagem sobressai.


Em projetos mais clássicos, o preto e branco podem vir  acompanhados de molduras pretas. Foi essa a escolha da arquiteta Cris Moura para três fotos que ficam sobre a cabeceira de um quarto de casal em Ipanema. O imóvel, de frente para a praia, é usado apenas para veraneio e a opção pelas fotos em preto e branco serve para fazer o contraste com o colorido que entra pela janela.



A brincadeira pode ser feita até na própria imagem.
O fotógrafo Almir Reis ficou famoso exatamente pelos belos registros que faz do Rio. Mas para não cair em algo comum, passou a descolorir as fotos e deixar apenas um elemento com cor. Na sala de seu apartamento, é o mar azul da Praia Vermelha que ganhou destaque na imagem toda em preto e branco. Mas ao lado, colocou outros dois quadrinhos também feitos por ele. Na verdade, colagens de pin-ups coloridas retiradas de livros dos anos 1950 sobre cenários cariocas.

— Sempre me preocupei em fazer algo diferente e exclusivo para que tivesse a minha identidade, mas para que o cliente também tivesse interesse em ter aquela obra em casa — diz Reis.
Procurar por peças exclusivas é, aliás, outra dica para garantir que uma decoração fique diferente mesmo com o uso das conhecidíssimas paisagens da cidade. E não necessariamente cara, já que a cidade propicia belas fotos e muita inspiração a qualquer hora do dia.

Orgulho fica estampado na parede

Que o diga a artista plástica Cacau Höfke, que há cerca de um ano trocou o ar sombrio que usava em seu trabalho por um colorido típico do Rio. O resultado pode ser visto em quadros e tecidos, nos quais ícones da cidade ,como o Cristo e o Pão de Açúcar, se destacam em meio a muitas, muitas cores. Na sala de seu apartamento em Ipanema, Cacau destacou uma tela em tons de lilás e usou ainda sua linha de almofadas, com o mesmo colorido, para complementar a decoração:
— Passei muito tempo fora do Brasil e acho que isso me deixou ainda mais apaixonada pela cidade. Por isso, tento transmitir em minhas peças a alegria e a criatividade do carioca.
Tanto ela como Almir, aliás, têm em comum clientes cariocas que foram morar em outras cidades, especialmente São Paulo, e não abrem mão de ter o Rio por perto.



— O carioca é muito orgulhoso, tanto o que mora aqui como, mais ainda, o que saiu da cidade — diverte-se Cacau.
E tem como não ser?




        


Postagens mais visitadas deste blog

Tipos de Cozinha

Quarto de um jovem advogado

Deixe aqui seu comentário...